Olá pessoal, de volta e com o post sobre o novo Visual Studio. Mas antes de falamos da nova IDE, e de fazermos uma simples demonstração de uma Metro App, quero falar de duas coisas:

1ª No post anterior eu tinha falado que a App Weather, que ela não nos dava a opção de mudar o padrão de exibição da temperatura para Celsius. Pois bem, tem sim, ao abrir o App e solicitar o Settings do mesmo, é apresentado as configurações dele, e lá estará a opção de mudar, como pode ser visto na imagem a baixo;

2ª Tive a oportunidade de conversar com um grande amigo, fizemos o trajeto Juazeiro-Sobradinho conversando sobre o Windows 8, como sempre nossas conversas são sempre apimentadas em uns pontos e em outros concordamos. Ele gostou do novo Windows, temos a mesma visão que o NTFS é um formato ultrapassado, ele até quer uma cópia do Windows 8 para testar, ele é Laudivan Freire, pra mim uma das melhores mentes quando o assunto é Software Livre/Open Source no Brasil, o famoso Doctor Linux (fica aqui registrado o apreço que tenho por ti).

Vamos continuar esse post, o novo Visual Studio não diverge em muita coisa, por tempo, ao seu antecessor, isso vendo somente a estrutura visual.

Valendo salientar que o novo Visual Studio é uma versão Express para desenvolvimento para o novo Windows, fora isso o que ele traz de novo, visualmente, é um menu, “Store”. Basicamente neste menu se encontra as funções de gerenciamento de conexão de uma conta no Windows Developer Center e, gerenciamento de sua aplicação como validação e upload da mesma.

Desenvolvimento

O novo VS traz consigo o suporte nativo a desenvolvimento Metro Style App JavaScript, lógico que também ao C# e ao Visual Basic. Como pode ser visto na imagem abaixo, isso é uma realidade, o novo Windows suporta para sua View JavaScript.

Como pode ser visto também, a View pode ser desenvolvida usando HTML5, todos esse modelos são suportados pelo WinRT APIs- o novo Run Time suportado pelo Windows Kernel Services. Lógico que o nosso bom e velho XAML não poderia ficar de fora dessa festa de RIA e NUI, basicamente toda a View do Start do novo Windows é em XAML.

Demo

Nem só de blablabla se vive um post, vamos criar uma app bem simples, só para demonstrar o novo VS e também mostrar como nossa demo se porta na janela Start.

1º Abra o Visual Studio 11 e crie um novo projeto, do tipo C# usando o template Split Application.

2º Como pode ser visto na imagem abaixo, por mais que selecione somente C#, o projeto é uma app de XAML.

3º Por padrão o VS abre o arquivo CollectionPage.xaml, é como sendo nossa conhecida MainPage.xaml, o segundo arquivo importante para nós é o SplintPage.xaml, ou seja, nossa pagina que iremos navegar.

4º Na pasta Properties tem um arquivo chamado AssemblyInfo.cs, como pode ser visto no código abaixo, esse arquivos tras as informações basicas da nossa app como nome, versão, descrição, etc.

using System.Reflection;

using System.Runtime.CompilerServices;

using System.Runtime.InteropServices;

 

// General Information about an assembly is controlled through the following

// set of attributes. Change these attribute values to modify the information

// associated with an assembly.

[assembly: AssemblyTitle(“XAML4DevDemo”)]

[assembly: AssemblyDescription(“”)]

[assembly: AssemblyConfiguration(“”)]

[assembly: AssemblyCompany(“”)]

[assembly: AssemblyProduct(“XAML4DevDemo”)]

[assembly: AssemblyCopyright(“Copyright © Microsoft 2011”)]

[assembly: AssemblyTrademark(“”)]

[assembly: AssemblyCulture(“”)]

 

// Version information for an assembly consists of the following four values:

//

// Major Version

// Minor Version

// Build Number

// Revision

//

// You can specify all the values or you can default the Build and Revision Numbers

// by using the ‘*’ as shown below:

// [assembly: AssemblyVersion(“1.0.*”)]

[assembly: AssemblyVersion(“1.0.0.0”)]

[assembly: AssemblyFileVersion(“1.0.0.0”)]

5º A pasta References é, como já é bem conhecido de muitos, onde se encontrará nossa referencias.

6º A pasta Images contém quatro arquivos de formato PNG, cada um desse arquivos podem ser alterados para a imagem do seu projeto.

7º A pasta SampleData traz consigo uma pasta Images que tem três arquivos de extensão PNG, também podendo ser alterados. O coração desse template é o arquivo SampleDataSource.cs, ele contém os dados organizados.

8º Editei o arquivo SampleDataSource.cs, como também minhas imagens, a parte que eu alterei no código que de verdade importa está logo abaixo.

public SampleDataSource(Uri baseUri)

{


String LONG_LOREM_IPSUM = String.Format(“{0}\n”,


“FacilidadesEm menos de 20 minutos, estava com meu novo Windows instalado e em menos de 3 horas já estava com meu notebook de volta a sua função principal, worksation. Por padrão o Visual Studio 11 e o Blend 5 já vem instalados, então meu trabalho foi instalar o Visual Studio 2010 (Pode até parecer somente impressão, mas sua instalação foi bem mais rápida do que a feita sobre Windows 7) o Expression Studio Ultimate 4, meu Office Professional 2010, o meu Mensseger Windows Live entre outros. O Zune é que me deu um certo trabalho, por padrão o .Net 3.5 não vem instalado, foi solicitado pelo Zune como pré requisito para sua instalação, menos mal, agora estou ouvindo minhas músicas em paz.O gerencimanto de redes e devices da rede, como impressoras, foram sem problemas. Minhas definições de segurança e a familiarização com a janela Start foram extremamente rapiada. A janela Start traz consigo muitos recursos, gostei muito do Socialite e sua integração com minha conta no Facebook.”);

 

GroupedCollections = new
List<SampleDataCollection>();

 

AddCollection(“Windows 8”,


“Novo post da comunidade técnica Microsoft: XAML4Dev”,

baseUri, “SampleData/Images/LightGray.png”,


https://xaml4dev.wordpress.com/&#8221;,


“Washington Azevedo”,


“Novo post da comunidade técnica Microsoft: XAML4Dev”,

LONG_LOREM_IPSUM);

 

AddItem(“Windows 8 – 24 horas depois de instalado”,


“Novo posto da comunidade técnica Microsoft: XAML4Dev”,

baseUri, “SampleData/Images/DarkGray.png”,


https://xaml4dev.wordpress.com/&#8221;,


“Washington Azevedo”,


“Demosntração de uso de um template do novo Visual Studio 11”,

LONG_LOREM_IPSUM);

 

}

9º Nossa simples alteração resultou uma aplicação funcional que é iniciada na nossa janela Start:

Icone

 

 

 

 

 

CollectionPage.xaml

SplitPage.xaml

Bom pessoal, esse post foi para dar uma versão geral sobre essa nova IDE, e fazendo uma demosntração simples, só para provar o quão simples é o desenvolvimento de Metro App para a janela Start.

Espero que tenham gostado, o próximo post iremos detalhar o arquivo xaml e cs da nossa aplicação, até mais pessoal J